TRE-PI participa de apresentação de sistema Janus

Sistema de inteligência artificial será aprimorado e poderá ser nacionalizado pelo TSE; ideia é automatizar processos em toda Justiça Eleitoral

Sistema Janus, desenvolvido pelo TRE-BA, utiliza inteligência artificial na distribuição de proc...

O Tribunal Regional Eleitoral (TRE-PI), por meio do seu Diretor-Geral, Ronaldo Maique Araújo Braga, participou nesta quinta-feira (16) de reunião de apresentação do Sistema Janus, desenvolvido pelo Tribunal Regional Eleitoral da Bahia.

A apresentação do sistema de automação processual foi conduzida por André Cavalcante, secretário de Tecnologia da Informação e Comunicação (STI) do Tribunal Regional Eleitoral da Bahia (TRE-BA). O Sistema Janus ajudará na prestação de serviços jurisdicional, através de robôs, com uso de inteligência artificial. São utilizados bots para executar tarefas repetitivas, antes realizadas por pessoas. A modernização pode diminuir em até 40% as tarefas humanas, eliminando erros dos processos.

O secretário da STI do TRE-BA informou que, como o sistema foi baseado no programa Sinapses, desenvolvido pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ), é possível auditar os modelos e entradas que foram utilizados no dataset do Janus. Cavalcante também explicou que o juiz terá a palavra final nos processos para acatar ou não os pareceres que o Janus apresentar.

O Diretor-Geral do TRE-PI parabenizou o TRE da Bahia pela iniciativa. E acrescenta: “fiquei encantado com a efetividade do sistema Janus. Certamente ele representará um marco dessa gestão e um ganho para esta e para futuras gestões deste Tribunal”.

Também participaram da reunião o Secretário de TI, Anderson Cavalcanti de Lima; a Secretária de Gestão de Pessoas, Denise Vieira Berger Miranda; o Secretário Judiciário, Edmar Holanda Luz; o Coordenador da CRE, Danilo Carvalho Franco Pereira; o Coordenador de Eleições e Secretário de TI Substituto, José de Arimatéia Borges Carvalho – STI/TRE-PI; o Integrante do Núcleo de Governança, Gestão e Inovação – NGI/TRE-PI, Rosemberg Maia Gomes; o Chefe da Seção de Desenvolvimento de Soluções Corporativas - SEDESC, Francisco Diógenes Façanha Pires; o Coordenador substituto da Coordenadoria de Desenvolvimento e Infra-Estrutura – CODIN/TRE-PI, Carlos Alberto Ribeiro Nascimento, e também servidores do TRE-BA, Hercília Boaventura e Marcos Vinícius Lima e Machado.

Como funciona o Janus

O Janus funciona em duas etapas: primeiro, o robô faz toda a parte operacional no PJe, buscando peças específicas no processo. Ao baixar essas peças, o robô consultará a Sinapses, plataforma de inteligência artificial, que vai classificar aquela peça.

Na segunda etapa, o robô realiza o download da peça e consulta o Sinapses para saber em quais das três categorias a peça se encaixa. Logo depois, o mesmo procedimento é realizado com os pareceres da Procuradoria Regional Eleitoral. A partir daí, o sistema seleciona os pareceres equivalentes e, na sequência, o Janus ativa outro robô, que vai ao PJe selecionar o processo e escolher a sentença padrão, assinada após a conferência do juiz eleitoral. O projeto foi desenvolvido em parceria com os servidores Christiano Matos e Marcus Machado, da Coordenadoria de Soluções Corporativas e Infraestrutura, e por Ivo Matoso, da 114ª Zona Eleitoral.

 

Fonte: TRE-PI com informações do TRE-BA

icone mapa

Tribunal Regional Eleitoral do Piauí
Praça Desembargador Edgar Nogueira , Nº 80. Centro Cívico,
Teresina-PI - CEP 64000-920 - Brasil

Icone Protocolo Administrativo

Recepção Fórum Eleitoral de Teresina (+55 86) 3131-3400 Telefonia: (+55 86) 2107-9700
Tel: Recepção Sede (+55 86) 2107- 9732 / 9828
Ouvidoria - 0800 086 0086
Protocolo: (+55 86) 2107-9735

 

Icone horário de funcionamento dos protocolos

Horário de funcionamento do protocolo das 07h às 19h

Acesso rápido