Juiz Paulo Roberto de Araújo Barros participa de última Sessão Ordinária como membro da Corte do TRE-PI

Paulo Roberto de Araújo Barros agradeceu a todos que o acompanharam em sua passagem pelo TRE-PI ao ocupar as funções de membro da Corte Eleitoral na categoria Juiz de Direito, como Ouvidor e Juiz da 97ª Zona Eleitoral.

Juiz Paulo Roberto de Araújo Barros participa de última Sessão Ordinária como membro da Corte do TRE-PI

O Juiz de Direito Paulo Roberto de Araújo Barros, que atualmente integra a corte do Tribunal Regional Eleitoral do Piauí (TRE-PI), participou nesta terça-feira (25), da última sessão como membro da corte eleitoral. O magistrado encerra o biênio 2017-2019 nesta quarta-feira, dia 26.

O momento de despedida foi presidido pelo Desembargador Pedro de Alcântara Macêdo, presidente em exercício do TRE-PI, e contou com a participação dos demais membros da corte e do Procurador Regional Eleitoral. Além disso, estiveram presentes colegas de Gabinete, o Diretor Geral deste Tribunal, Geraldo Mota e o presidente da Comissão de Direito Eleitoral do OAB/PI, Emmanuel Fonseca.

Graduado em Direito pela Universidade Federal do Piauí (1983), Paulo Roberto atuou como Advogado, Escrivão, Promotor, entrando na Magistratura em 1989. Especialista em Gestão Judiciária pela Fundação Getúlio Vargas e Direito Eleitoral pela Escola Judiciária Eleitoral do TRE-PI. Exerceu o papel de Juiz Eleitoral nas cidades de Picos, Piripiri e Teresina. Neste Tribunal, além de Membro da Corte também desempenhou o papel de Juiz Ouvidor.

Em relação ao seu trabalho à frente da Ouvidoria do TRE-PI, o Juiz acrescenta: “A ouvidoria é um órgão de extrema importância, fui ouvidor, um setor com o qual me identifico demais, pela consciência que é uma porta da instituição pela qual as pessoas passam para deixar suas reclamações e seus elogios. É através da ouvidoria que o Tribunal otimiza seu trabalho e vai sempre buscar excelência porque consegue saber onde está acertando e onde está errando”.

Para finalizar, o juiz Paulo Roberto, descreve sua atuação no TRE-PI após dois anos dedicados ao judiciário eleitoral, “saio levando comigo, muito mais do que deixo. Muitas experiências, foi um período muito abençoado. Tive a felicidade em compor o Tribunal Regional Eleitoral quando ele foi circunscrição de um pleito. Isso foi bom para mim, saio daqui levando essa bagagem para minha vida. Aos colegas tanto da corte quanto de gabinete que me receberam muito bem, deixo apenas meus agradecimentos a todos eles”, concluiu.

 

Texto de Cristiane Araújo - Estagiária

Sob Supervisão de Ana Cândida de Sousa Martins Andrade - DRT 1332/PI


Fonte: Serviço de Imprensa e Comunicação Social do TRE-PI

Siga nossas redes sociais @trepiaui